6º Festival de Artes Plásticas de Governador Celso Ramos, 2010.


BRINCANDO DE VOAR

“A vida e a arte têm asas, voam juntas como o vento e o éter rumo ao cosmo”.

Proposta que aponta a relação multicultural do brinquedo milenar que é o papagaio (pipa; pandorga; raia; barrilete; kites etc), desenvolvida em duas etapas e considerando como experiência mais ampla a inter-relação tanto do aspecto lúdico (brinquedo, brincadeira e jogo), quanto poético espacial, coletivo, interativo e relacional.

Deverão ser desenvolvidos dois pontos de vistas:

1 – O papagaio enquanto objeto que voa com auxílio do vento sob comando manual, inserido no contexto popular e corriqueiro; confeccionar e empinar, estimulantes da ação processual;

2 – O mesmo objeto visto pela ótica da espacialidade estética, interagindo criativamente também com o vento – energia eólica indispensável aguardando correspondência da energia criadora – e promovendo necessariamente uma relação de intimidade e leveza de “objeto voador”, mas que possa ser chamado de escultura móvel, (“escultura viva?”).

Considerações: As atividades deverão ser divididas em duas etapas, acontecendo em caráter de criação coletiva com duração de (5) dias num total de seis horas diárias de trabalho;

– Inicialmente deveremos confeccionar o brinquedo – papagaio de papel – e brincar com o vento como todos os meninos fazem; essa uma experiência preliminar;

– Após essa vivência, daremos início ao desafio maior: ampliar as possibilidades do objeto comum, adequando sua construção e dimensão ao espaço em torno provocando a relação espacial e interativa com o vento, gerado pelo movimento que o objeto, em busca da tentativa de voar, pode alcançar;

– Pretende-se estimular nos participantes a percepção lúdica criativa onde cada um, motivado pela dupla ação libertária experimentada, realizará, em si, tanto o homem completo quanto o artista criador.

“O homem só é integralmente homem quando brinca, e só brinca quando é verdadeiramente homem.” Schiller

Ação coletiva externa ocorrida na área rural do hotel fazenda que reuniu tanto os participantes da oficina Brincando de Voar, como tbém os demais inscritos do 6º Festival de Artes Plásticas de Gov. Celso Ramos, SC.

Anúncios

Sobre sergiomoura

artista e educador
Esse post foi publicado em Não categorizado e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s